Album de Historia


Minha família tem se dedicado ao desenvolvimento da empresa Morillon, fundada em 1865.

6 etapas-chave se sucederam.
Os convido a descobri-las.

Laurent MORILLON
photo portrait laurent morillon
Passo CONSOLIDAR
  • théodore morillon-es
    Théodore Morillon, fundador (1865)
  • Document administratif 1913-es

    Un documento administrativo de 1913

  • Atelier MORILLON 1920-es

    Los talleres Morillon en los años veinte

  • Bureau administratif 1920-es

    La oficina de administración de Morillon en los años veinte

  • Atelier MORILLON31920-es

    Los talleres Morillon en los años treinta

  • Equipe MORILLON 1930-es

    El equipo Morillon en los años treinta

  • La sauterelle SPIROGYRE-es

    SPIROGYRE “Langosta” (Año 1950)

  • Foire agricole 1950-es

    Feria agrícola (1950)

  • 1ère exploitation de vis MORILLON-es

    Primera explotación del tornillo sinfín Morillon (Senegal, Dakar, años cincuenta)

  • Foire agricole 1960-es

    Feria agrícola (1960)

  • Document commercial 1960-es

    Documento comercial (Ano 1960)

  • Salon SIMA Paris 1979-es

    Théodore Morillon en el salón SIMA de París (1979)

  • journées TECHDAYS-es

    Jornadas TECHDAYS de 2010

  • Salon SIMA Paris 1979 2-es

    Théodore Morillon en el salón SIMA de París (1979)

  • Salon SIMA Paris 1979 3-es

    Théodore Morillon en el salón SIMA de París (1979)

  • journées TECHDAYS 2-es

    Jornadas TECHDAYS de 2010

  • Equipes MORILLON-es

    El equipo Morillon en 2014

Théodore, segundo do nome, organiza a pequena empresa familiar.
Com seus irmãos mais novos Jean Baptiste e Joseph Arthur, Théodore fez toda sua aprendizagem na sombra de seu pai.
Ele se tornou o chefe real da empresa após a Primeira Guerra Mundial, como é evidenciado em seu diário, bonito documento manuscrito que inclui todos os eventos importantes, da empresa ou da família.
Ele partilha suas atividades entre as necessidades dos clientes e a assistência a seu pai, que envelhece, e a seu tio Marcel, que regressou inválido da Grande Guerra. Com sua esposa Marie-Thérèse, garante também a educação de seus seis filhos, sendo o primeiro, nascido em 1900, chamado também Théodore. E assim vão coexistir por um tempo 3 gerações de Théo na companhia…
O tio José é um entusiasta de eletricidade, que não hesita em dar demonstrações na praça da igreja para sensibilizar seus vizinhos para as mudanças que vão surgir. Infelizmente, ele morreu em 1904 de tuberculose, com 27 anos de idade.
Apesar de manterem uma atividade forte na moagem nomeadamente através do investimento em caneladora, Théo e Jean-Baptiste estão envolvidos no desenvolvimento de máquinas agrícolas, introduzindo na aldeia as primeiras máquinas de debulha e os primeiros tratores.
Théodore morreu em 1928, apenas três anos depois de seu pai. Ele deixou a empresa nas mãos de seu filho mais velho, apoiado por seus dois tios. Marie Thérèse, depois de viúva, tratará de manter a coesão entre seus cunhados e seus filhos. Todos são trazidos para trabalhar na empresa. Sua influência para manter os valores instilados pelo marido será decisiva.